Buscar

Varanda clichê

carregar nas palavras

dar voltas pelos versos

ocupar os espaços vazios

usar expressões estrangeiras

escrever: outrora

mencionar os detalhes do apartamento

as plantas no chão e sobre os móveis de madeira

a meia luz amarela por trás das plantas

os sujeitos na sala

os objetos cortantes na cozinha

dão tensão ao poema

o faqueiro sobre a bancada

a tesoura que corta o plástico do molho funghi

a massa fresca

os perfumes que se esbarram

enquanto caminham em direção à varanda

uma mesa redonda inspirada nos cafés de paris

uma garrafa transparente de água

outra de vinho

uma vela aromática sobre a mesa

a música na vitrola eletrônica clichê...

ou dizer simplesmente

te amo?

Posts recentes

Ver tudo

Banquete

vivemos desejando mais o que não temos do que o que temos. como quem chega a um banquete e só lamenta de não conseguir provar todos os pratos da mesa.