Buscar

preferência

Sou do tipo que prefere morrer de amor do que viver de tédio. que não troca uma morte digna por uma vida à base de remédio.


Posts recentes

Ver tudo

Banquete

vivemos desejando mais o que não temos do que o que temos. como quem chega a um banquete e só lamenta de não conseguir provar todos os pratos da mesa.